Xerife do Consumidor explica cobranças ilegais na compra virtual de ingressos

Xerife do Consumidor explica cobranças ilegais na compra virtual de ingressos
5 (100%) 2 votos

O Superior Tribunal de Justiça considerou ilegal a cobrança da taxa de conveniência na venda de ingressos pela internet. O valor de até 15% a mais era cobrado por empresas terceirizadas até o momento da decisão judicial. Jorge Wilson, o Xerife do Consumidor, explica como os consumidores devem reaver o dinheiro usado em situações anteriores. Para assistir ao conteúdo na íntegra, acesse PlayPlus.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui