Suspeito de assaltar médico do Corinthians é identificado | Primeiro Impacto (15/07/19)

0

A polícia identificou um dos suspeitos de assaltar o médico do Corinthians, Joaquim Grava, no Jardim Paulista, em São Paulo. O crime ocorreu no dia 6 de julho e na ação os criminosos levaram pertences valiosos da vítima, como um cordão de ouro, chave do veículo e um um relógio de luxo, que foi presente do ex-jogador Ronaldo Fenômeno.

A dupla de assaltantes abordou o ortopedista armados e em uma moto, quando ele chegava em casa e estacionava o carro. Porém, o médico acredita que foi observado enquanto fazia compras em um supermercado e seguido até a residência, já que o alvo dos bandidos era o relógio.

Ainda segundo a vítima, as ruas do bairro contam com ruas vigiadas por câmeras e policiamento constante, mas os ladrões passaram por toda a proteção e agiram por cerca de 40 segundos. Além disso, ele também tem um segurança particular, que estava afastado no dia do ocorrido.

O médico registrou boletim de ocorrência na delegacia local e durante uma operação em Embu das Artes, na Grande São Paulo, os policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) conseguiram recuperar o objeto, que estavam na mochila de Carlos Henrique dos Santos, que fugiu ao avistar os agentes e é suspeito de participar de uma quadrilha especializada neste tipo de roubo.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, nos últimos cinco meses do ano foram registrados 511 roubos no distrito policial da região, onde na maioria dos assaltos os pertences roubados foram bolsas, carteiras e celulares. Porém, neste mesmo período, dez pessoas foram presas por roubarem relógios de luxo e roubos como este já preocupam moradores da área, por acontecerem frequentemente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui