Quebra de sigilos bancário e fiscal de Flávio Bolsonaro atinge outros ex-funcionários

0
Votos

A quebra dos sigilos bancário e fiscal do senador Flávio Bolsonaro do PSL e do ex-assessor dele, Fabrício Queiroz, atinge ex-funcionários que têm, segundo a justiça, ligação com as milícias do Rio de Janeiro.
Também serão investigados os negócios imobiliários e a evolução patrimonial do filho do presidente. A quebra de sigilo atinge um período de mais de 10 anos, de janeiro de 2007 a dezembro de 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui