Polícia procura pizzaiolo acusado de abusar de crianças em SP | Primeiro Impacto (23/08/19)

0

A polícia procura pelo pizzaiolo, Newton Nobre dos Santos, de 41 anos, acusado de abusar sexualmente de, pelo menos, seis crianças, com idades entre cinco e nove anos, no município de Itapevi, na Grande São Paulo. O homem desapareceu no último final de semana, quando os casos foram descobertos, e os móveis da casa dele, onde os abusos aconteciam, foram retirados pelos vizinhos.

De acordo com as investigações, Newton morava na comunidade há um ano e era acima de qualquer suspeita, pois conversava com todos na região. Mas, para atrair as vítimas até a residência, ele oferecia doces e também usava a própria filha, de cinco anos. Em alguns casos, ele chegou a oferecer dinheiro em troca do que dizia ser apenas uma “brincadeira”. Os abusos aconteciam depois que o homem conseguia se aproximar das crianças e levá-las para dentro da casa e, geralmente, para um cômodo específico, onde havia uma cama e poucos móveis.

Roseli Silva, mãe de uma das vítimas, contou que percebeu que algo estava errado, quando a filha, de seis anos, teve uma mudança de comportamento. O pai de uma outra vítima do agressor, relatou que desconfiou do que tinha acontecido com a criança, depois que foi buscá-la na casa do homem e a menina saiu do local assustada.

Entretanto, esta não é a primeira vez que o pizzaiolo é acusado de estupro. Ele teria fugido de Alagoas, onde vivia, por se envolver e engravidar a atual esposa, quando ela tinha somente 13 anos de idade. Hoje, aos 19 anos, a garota também registrou um boletim de ocorrência contra Newton. Porém, os moradores acreditam que o número de vítimas seja maior.

O caso está sendo investigado pela delegacia da cidade e acompanhado pelo Conselho Tutelar. Newton já teve a prisão temporária decretada pela justiça e é considerado foragido. Enquanto esperam por justiça, as famílias tentam conviver com os traumas deixados nas crianças.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui