Pai do menino Bernardo é achado morto na cadeia | Primeiro Impacto (14/04/20)

0

Preso desde de dezembro do ano passado após confessar o assassinato do próprio filho, Paulo Roberto de Caldas Osório, de 45 anos, foi encontrado morto na cela onde estava detido no Complexo da Papuda, no sábado (11). De acordo com a Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal (Sesipe), o corpo do homem tinha sinais de enforcamento. 

Assassino confesso de Bernardo Osório, de 1 ano e 11 meses, Paulo sofria de esquizofrenia e já havia havia cometido outro crime em 1992. À época, ele matou a própria mãe a facadas. O assassinato do filho foi motivado por desavenças com a mãe da criança. 

Bernardo foi sequestrado pelo pai em uma creche na Asa Sul, em Brasília, e ficou desaparecido até ter seu corpo encontrado no meio de uma estrada na Bahia. A criança teria morrido após ser obrigada a tomar altas doses de um remédio controlado. 

Paulo Roberto de Caldas Osório respondia por homicídio triplamente qualificado. Sua morte será investigada pela 30° Delegacia de São Sebastião e será instaurado um procedimento administrativo pelo Sesipe.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui