Mulher morta a pedradas por recusar relação sexual é enterrada no DF | Primeiro Impacto (22/07/19)

0
Votos

O corpo de Josélia Alves da Costa, de 46 anos, foi enterrado no Distrito Federal. Josélia foi morta a pedradas após recusar ter relações sexuais com um homem que conheceu em um bar da cidade.

Além dos golpes que levou na cabeça, que a deixaram desfigurada, a vítima também teve as roupas tiradas e jogadas em um córrego.

De acordo com a polícia o suspeito do crime é o açougueiro Eliseu Neto Rodrigues Loiola, que confessou ter matado a mulher após levá-la até um local isolado. O homem teve a prisão preventiva decretada pela justiça e permanece preso na cadeia pública de Águas Lindas de Goiás.

A família de Josélia não conhecia Eliseu e não consegue entender a brutalidade do crime, já que ela era pessoa boa e procurava ajudar todo mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui