Médicos querem exame obrigatório para recém-formados | SBT Brasil (19/10/19)

0

O Conselho Federal de Medicina está analisando a obrigatoriedade do exame nacional para médicos recém-formados após dados mostrarem que 70% dos médicos da Associação Paulista de Medicina querem exames obrigatórios e reprobatórios para recém-graduados obterem o registro e exercer a Medicina

Em São Paulo, o Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo) aplica uma prova para medir o conhecimento dos estudantes desde 2005. Na última edição em 2018, o resultado foi abaixo do esperado: 86% erraram a abordagem inicial para atendimento a paciente vítima de acidente de trânsito, e 69% não souberam as diretrizes para aferição da pressão arterial. Hoje, para ser médico no Brasil, o profissional tem que seguir a Lei 3268 de 1957, que exige apenas que o profissional tenha o diploma de uma faculdade reconhecida no Brasil.

Os médicos estrangeiros ou brasileiros que se formaram fora do País tem que fazer uma prova de revalidação. Segundo o CFM, para ter uma prova com efeito de reprovação (em caso de baixo desempenho), é preciso que uma lei federal seja aprovada.

Em 2017, foi criado o projeto de Lei 165/17 de autoria do ex-senador Pedro Chagas (PRB-MS). O projeto pedia a obrigatoriedade da prova. Porém, em 2018 o projeto foi arquivado.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui