Justiça prorroga prisão dos envolvidos no caso da família carbonizada | Primeiro Impacto (28/02/20)

0

A Justiça de São Paulo prorrogou por mais 30 dias a prisão temporária dos cinco envolvidos no assassinato da família encontrada carbonizada em São Bernardo do Campo, no ABC paulista.

Os corpos de Flaviana Gonçalves, 40 anos, seu marido, Romuyuki, 43, e o filho caçula do casal, Juan Victor, de 15, foram encontrados há um mês, no dia 28 de janeiro, no porta malas do carro da família.

Estão presos suspeitos pelo crime, a filha do casal, Anaflávia Gonçalves, de 24 anos, a namorada dela, Carina Ramos, 31, Juliano de Oliveira Ramos Júnior, 22, Jonathan Fagundes Ramos, 23, e Guilherme Ramos da Silva, 19.

De acordo com o delegado, nos próximos dias polícia irá fazer a reconstituição do crime colocando os envolvidos frente a frente. Os suspeitos devem responder por homicídio qualificado.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui