Justiça pede novas imagens para identificar organizadores de baile | Primeiro Impacto (28/02/20)

0

O TJMSP (Tribunal de Justiça Militar de São Paulo) determinou que a Corregedoria da Polícia Militar realize novas diligências para auxiliar na investigação da morte dos nove adolescentes que foram pisoteados em baile funk no bairro Paraisópolis, em dezembro do ano passado.

O promotor Edson Corrêa Batista pediu que a PM descubra, por meio de imagens de câmeras de seguranças e postagens nas redes sociais, quem são os organizadores e responsáveis pela festa “DZ7”.

Além disso, foram solicitadas informações de possíveis autorizações das autoridades públicas para a realização do baile, como a Prefeitura, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) ou a própria polícia.

O inquérito, que havia sido arquivado, voltará à Corregedoria e tem prazo inicial de 30 dias para cumprir as solicitações.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui