Imagens desmentem jovem, nas investigações do afogamento de Natália Ribeiro |SBT Notícias (24/04/19)

0

Câmera de segurança desmente jovem, no caso da estudante encontrada afogada.

No dia 1 de abril, a estudante Natália Ribeiro foi encontrada morta no lago Paranoá, em Brasília. Desde então, a polícia tenta entender o que aconteceu no dia 31 de março, data da morte da menina.

A família da estudante, acusa Wendel Yuri de Souza Caldas, de 19 anos, de ter afogado a garota, ele nega, assim, como também negava ter entrado com Natália no lago, versão que foi desmentida por uma câmera de segurança.

Nas imagens, é possível ver que Natália foi até o lago sozinha, mas Wendel a seguiu logo depois. Os dois entraram juntos no lago, porém só Wendel sai da água, ele fica observando a superfície durante três minutos, o garoto entra mais duas vezes e depois vai embora. Natália não aparece mais nas imagens.

Exame tóxicológico apontou que Natália tinha consumido álcool e drogas antes de morrer, o que levou a polícia a supor em morte acidental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui