Família faz campanha para traslado de brasileiro morto no Equador | Primeiro Impacto (14/02/20)

0

André Nunes, de 23 anos, era designer gráfico e saiu de São Paulo em busca de oportunidades no Equador. Pouco tempo depois de chegar ao país, porém, o jovem morreu devido a complicações pulmonares.

Os familiares de André, agora, lutam para fazer o traslado do corpo do rapaz, por meio de financiamento coletivo na internet. O valor do transporte é de 7 mil reais e, apesar de ter apoiado a família, até então, o consulado brasileiro em Quito já sinalizou que não poderá custear as despesas.

Em nota, o Itamaraty afirma que, em razão dos altos valores, e por absoluta falta de autorização ou previsão legal, não há rubrica orçamentária que permita à União arcar com os custos relativos aos traslados de corpos do exterior para o Brasil.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui