Família carbonizada: Advogada diz ter objeto-chave para a investigação | Primeiro Impacto (14/02/20)

0

A advogada de Juliano e Jonathan, dois dos acusados de envolvimento na morte da família executada em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, diz ter objeto que pode mudar os rumos do caso.

Segundo ela, um objeto ainda não identificado, utilizado para matar a família, está guardado e permanece em condições para ser periciado, pois não foi higienizado.

Será preciso aguardar para saber se a equipe de investigação irá aceitar o objeto como parte integrante do processo, uma vez que os acusados assumiram a participação no assalto à família, mas negam o envolvimento no assassinato da família.

Ana Flávia Gonçalves, filha do casal, a namorada dela, Carina Ramos, e outros três, Juliano Ramos Júnior, Guilherme Ramos e Jonathan Fagundes Ramos, foram detidos, porém, até o momento, não é possível afirmar com exatidão como aconteceram os assassinatos.

De acordo com a polícia, não há mais dúvidas de que o grupo está envolvido no crime e nem que a ação foi planejada por Ana Flávia e Carina. O próximo passo será fazer a reconstituição do crime que, segundo o delegado, deve acontecer depois do Carnaval.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui