Concorrência Desleal: Éticas nas Organizações

Concorrência Desleal: Éticas nas Organizações
4.7 (93.33%) 9 votos

Empreender pode até estar em alta atualmente, mas está longe de ser algo simples e fácil.

Só quem já teve a coragem de entrar no mundo do empreendedorismo sabe o quanto é difícil construir uma marca e uma autoridade no mercado, para que enfim a empresa dê seus primeiros passos sozinha.

No meio desse processo, ainda existe a delicada questão da concorrência, que, quando saudável, pode ser boa para os negócios e para os clientes.

No entanto, a alta competitividade em determinado segmento pode levar ao surgimento de uma grande doença no meio empresarial, a concorrência desleal.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e confira!

Concorrência: Leal e Desleal

A concorrência é algo natural no mundo das empresas. Afinal, ter diversas opções de escolha na hora de adquirir um produto ou serviço é muito importante para os consumidores.

A concorrência leal é uma garantia de que os preços e a qualidade dos serviços oferecidos sempre terão como foco conquistar o consumidor.

Com isso, uma empresa pode adotar como estratégia ganhar dos concorrentes pelo preço, ou pela alta qualidade do produto ou serviço.

O público que escolhe por preço é geralmente diferente do que escolhe por qualidade. Dessa forma, há espaço para qualquer negócio do ramo investir em seu alvo e realizar suas vendas.

No entanto, quando há uma falta de ética nas organizações e a as empresas querem brigar por um mesmo público, há o surgimento da chamada concorrência desleal.

Esse tipo de prática adoece não só as instituições alheias, como principalmente a que está realizando tais práticas.

Pode ser que uma organização pense estar tirando vantagem no começo. No entanto, essa prática sujará a imagem da empresa e criará um ambiente doente entre ela e as demais concorrentes.

O Prejuízo Da Concorrência Desleal

A concorrência desleal pode ser definida como práticas maldosas para denegrir ou prejudicar a imagem de outra empresas.

Alguns exemplos são inventar mentiras, induzir o consumidor ao erro, propagar enganações em nome de outro, etc.

Tudo isso pode gerar grande confusão e manchar o nome não só da empresa em que se está tentando atingir, mas também de quem gerar esse problema.

Em um mercado cada vez mais competitivo, algumas instituições ignoram totalmente seu dever ético e apelam para a deslealdade.

Porém, tudo isso pode ser devidamente penalizado através da justiça, gerando indenizações e retratações por parte da organização ofensora.

Se você tem o seu negócio e está sofrendo com concorrência desleal, precisa procurar os seus direitos urgentemente e denunciar os atos.

Quanto mais rápido o problema for resolvido, menos sua empresa sofrerá com a distorção de imagem.

Já se você tem praticado a concorrência desleal, espalhando mentiras com foco de vencer as outras empresas a qualquer custo, saiba que essa atitude pode acabar com todos os seus verdadeiros esforços até agora.

Para uma concorrência saudável, é extremamente importante manter a ética acima de tudo.

Afinal, ser honesto é um dos pontos principais que farão com que os clientes confiem em seu negócio. Empresas envolvidas em escândalos e confusões perdem sua autoridade no mercado e voltam a estaca zero.

Confie No Seu Trabalho e Jogue Limpo

A melhor forma de sobressair entre as empresas concorrentes é confiar no seu trabalho e fazer tudo com transparência.

Dessa forma, você mantém a imagem de sua empresa limpa, transmitindo honestidade e conquistando espaço pela qualidade do seu negócio.

Quer ficar por dentro das melhores dicas de sucesso para sua carreira? Então não deixe de acompanhar o blog do nosso parceiro Cadastro Empresa!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here