Decisão – Ensine a Sua Mente Como Agir!

Decisão – Ensine a Sua Mente Como Agir!
4.8 (96%) 45 votos

Nossa mente adquire padrões já definidos desde a infância, e nossos comportamentos se tornam repetitivos, seja consciente ou inconsciente.

Nas palavras de J. Young, “padrões mentais são aqueles padrões profundos e duradouros que se desenvolvem ao longo da vida, condicionando nossa maneira de pensar, sentir e agir”.

Esse nosso jeito de ser pode gerar comportamentos tóxicos ou destrutivos, o que é chamado de padrões disfuncionais, em que uma pessoa se depara com eles uma e outra vez, assim repetidamente.

Resultando na pessoa um padrão que normalmente não é consciente, assim o ser humano muitas vezes se sente confuso por ser incapaz de explicar mais precisamente o que acontece.

Você deve observar seus padrões mentais, pois eles apresentam certas características:

  • São tomados como verdadeiro, a priori;
  • Duradouros, pois são resistentes à mudança;
  • São disfuncionais, semeados como resultado de certas experiências traumáticas ou negativas, podendo permanecer perpetuamente pelo padrão que os alimenta.

Reflita!

Pense em situações em sua vida cotidiana em que algo se repete, pensou?

Pode ser qualquer comportamento que te machuque, veja se eles sempre se repetem. Você já conseguiu mudar algum deles?

Seu padrão mental vai tentar percorrer o mesmo caminho e ainda que você pense o contrário, ele vai ser mais rápido do que você, reproduzindo o padrão de comportamento ao qual estava acostumado. A mudança não é repentina!

Muitas vezes ouvimos ou dizemos: por que você continua fazendo isso? Você sabe que certos comportamentos prejudicam a sua vida, porém abandonar um padrão mental não é fácil.

Ele nasce do seu interior, é mais forte que você, sendo resultado de diferentes experiências que vem desde a infância até a fase atual.

Como então mudar um padrão mental?

Ficar esperando que as coisas mudem, não vai ajudar, porque o tempo nunca muda nada, ele está sempre correndo, e não espera por você, assim não é o tempo, depende sua vontade e esforço.

No entanto, existem diferentes estratégias e técnicas psicológicas para nos ajudar, sejam elas cognitivas ou comportamentais.

Uma delas é fazer um auto registro. Monitore as situações em que você age pelo hábito ou de maneira consciente, escrever essas ações ajuda em você visualizar os seus comportamentos, e veja o que deve ser feito.

Uma vez registrado em um diário de terapia pessoal, você pode analisar os comportamentos e pensamentos que essas situações têm em comum.

Exemplo de padrão mental

Uma pessoa que sofre dependência emocional porque em sua infância seus pais não estavam presentes o suficiente, pode ter o esquema mental de “abandono”, assim muitos cônjuges têm medo de serem abandonados.

Se é difícil dizer não, tente não escapar de situações em que você precisa ser assertivo. A princípio, será desconfortável e você terá que estar disposto a chegar a esse ponto.

Por outro lado, às vezes, por mais que façamos este trabalho, não teremos alternativa senão viver com as cinzas desses esquemas por longos períodos, se você fracassar continue tentando…

Mova-se!

Tente, se mova em direção a esse objetivo, se ampliarmos nosso foco de controle sobre nossos esquemas mentais, teremos chances de neutralizá-los e modificá-los.

Seja liberto da rigidez mental, muitos cérebros estão no modo “está fechado”, mas você pode abrir sua mente e colocar novos padrões mentais, e usufruindo de uma nova perspectiva de vida, creia é possível.

Renove o seu interior, tenha um lindo dia!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui