Dupla acusada de maus-tratos é condenada a prestar serviço comunitário | Primeiro Impacto (23/08/19)

0

Mãe e filha acusadas de maltratar alunos de uma escola infantil que gerenciavam, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, foram condenadas a prestar 400 horas de serviço comunitário

Os agentes foram até o local após denúncias de pais e ex-funcionários serem consideradas pelo Ministério Público, que rapidamente iniciou uma investigação através da Promotoria da Infância e Juventude. Durante a investigação, a creche continuou funcionando normalmente.

Segundo relatos, as agressoras torturavam as crianças e, às vezes, as faziam comer o próprio vômito. Ainda segundo a Polícia Civil, ao menos cinco crianças foram vítimas da dupla. A conselheira tutelar Aline Betio, também considerou as denúncias graves e informou que eles ainda não tinham se deparado com esse teor de maus-tratos.

Entretanto, o inquérito foi concluído pelo Departamento Estadual da Criança e do Adolescente. As investigadas não compareceram à audiência, mas aceitaram uma transação penal, oferecida por meio da advogada de defesa,escapando de uma possível denúncia do Ministério Público. Agora, elas terão que prestar 400 horas de serviço comunitário e foram proibidas por lei de aceitar outro tipo de acordo pelos próximos cinco anos. A creche será descredenciada.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui