Comerciantes enfrentam assaltos constantes e filas em delegacias do DF | Primeiro Impacto (16/07/19)

0

O aumento no número de assaltos e a dificuldade para fazer as denúncias nas delegacias preocupa comerciantes e moradores de Samambaia do Sul, no Distrito Federal.

Uma das vítimas foi a cozinheira Maria Aparecida Gomes, que havia sido abordada por dois criminosos, quando esperava por um ônibus em dos pontos da região. Segundo ela, eles não estavam armados, mas um deles tentou enforcá-la e a jogou no chão, conseguindo levar sua bolsa.

Além da mulher, o comerciante Benício Antônio conta que, devido a alta criminalidade, trabalha tenso durante todo o dia e sempre vigiando o comércio.

O roubo mais recente aconteceu na padaria do Juracir Moura, quando um adolescente entrou armado pedindo o dinheiro do caixa. O jovem saiu do local a pé, mas tinha um comparsa esperando no carro em outra rua para eles fugirem.

Segundo Juracir, este foi o primeiro assalto desde que abriu a loja há três anos. Ele conta ainda, que enfrentou problemas para registrar o boletim de ocorrência sobre o caso nas delegacias de Samambaia e Riacho Fundo e que só conseguiu no distrito de Recanto das Emas, após quase cinco horas de espera.

Já em outro assalto a uma loja de aparelhos eletrônicos, o bandido ficou ferido após o dono, que portava arma, reagir com vários disparos logo que o individuo anunciou o assalto. O suspeito foi socorrido e permanece internado no hospital e, durante o confronto, uma cliente também acabou sendo atingida na perna e no braço.

O homem relatou que reagiu porque a filha dele, de apenas nove anos, estava ao seu lado no momento do ocorrido.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui