Perseverança – Aprenda a amar verdadeiramente!

Perseverança – Aprenda a amar verdadeiramente!
4.7 (94.38%) 32 votos

Amar é uma verdadeira arte, e como toda arte amar exige tempo e trabalho. Muitos amam, mas poucos dão um amor com qualidade, como se diz existem amores e amores.

Isso não significa que você não possa aprender positivamente a amar, para evitar que seu relacionamento vire um tormento ou se torne um hábito (automático), sem mudar nada um na vida do outro.

Um amor maduro e saudável enriquece a vida dos envolvidos e contribui para o desenvolvimento de cada um.

Respeitando a diferença

Cada pessoa é um universo único, embora duas pessoas compartilhem a mesma experiência (viverem juntos), isso não significa que vão ter a mesma percepção, ou seja, podem ter divergências.

Assim, um casal é como se fosse UM em seus momentos, porém eles tem suas INDIVIDUALIDADES, o seu momento pessoal, diferente de liberdade ofertada pelo mundo (não entenda mal).

Cuidar de si

Amar a si mesmo é um dos princípios para aprender a amar o outro. Esteja consciente de quem você é, o que quer e onde você pretende chegar.

Não realizamos as coisas pensando só em nós mesmos, é necessário sempre também pensar no outro, para que o outro se sinta amado e incluído.

Se você estar em paz, então dê essa  paz também. Agora se você não está bem busque ajuda, porque você não vai saber amar a si, nem ao próximo. E suas emoções negativas vão ser a sua ruína, se não cuidar!

Cuidado em expor sua privacidade

É comum vermos pessoas desabafar nas redes sociais, porém isso não ajuda muito, pelo contrário só atrapalha o processo de aprender a amar e a perdoar.

Dessa maneira não exponha a sua vida pessoal ao público, mas tenha alguém íntimo sábio o suficiente a te direcionar a fazer assertivas corretas.

Porque você não vai imaginar o besteirol de conselhos que há para acabar de vez com você…..

Lute as suas batalhas

Cada pessoa “carrega sua própria cruz”, e muitas vezes achamos que a cruz é o  marido/esposa, o filho, o chefe, no entanto a sua própria cruz é você!

São as suas emoções, as suas vontades, a sua carne, o seu corpo, que são a sua cruz, e você tem que aprender a lidar com tudo isso. Diariamente temos que lutar contra o nosso eu, e permitir que a paz e a sabedoria nos conduzam.

Quando você tiver paz saberá o que deve ser feito.

Não exija que o outro seja semelhante a você, mas busque em ser melhor a cada novo dia.

Desejamos ser amados, mas amar requer decisão, então decida primeiro, decida amar….

Seja curado, e ame a si mesmo e ame o seu semelhante, não seja frio por suas decepções mas exale o amor!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui